Pesquisar este blog

Translate

27.10.11

Arquitetos artistas...artistas arquitetos..

Sempre considerei a arquietura como arte, uma fácil ligação com as demais formas artísticas, principalmente com a música. Sendo assim, fiz uma busca e achei os seguintes artistas brasileiros com alguma ligação com o ramo arquitetônico.

Arquitetos artistas...artistas arquitetos..


Chico Buarque: Ingressou na FAU USP em 1963, mas já engajado com a música, largou o curso em 1965: "Não falo que larguei a faculdade por causa do golpe de 64...eu também já estava começando a fazer música...não seria um bom arquiteto...fazia um trabalho de estagiário em escritório de arquitetura, meus colegas faziam plantas e copiavam não sei o que, e eu não sabia manejar aquilo, borrava tudo com nanquim, ficava uma porcaria. E eu não tinha gosto pela coisa técnica da arquitetura. Na verdade, não tinha talento para isso. Fui para arquitetura por exclusão, não sabia para onde ir. E naquela época tinha aquela empolgação, muita gente queria ser arquiteto por causa de Brasília, de Oscar Niemeyer". (trecho de entrevista concedida a Fernando Eichenberg). Ele faria a "obra do malandro"...

Humberto Gessinger: O vocalista e os demais integrantes da banda Engenheiros do Hawaii (...eu escuto o que eles dizem, mas eles não dizem nada...nada...nada!) eram estudantes de arquitetura da UFRGS em 1985, e formaram a banda para uma apresentação em festival da faculdade. Tinham uma rixa com os estudantes de engenharia que andavam de bermudas de surfistas, e o nome da banda é uma sátira disso. Humberto é casado com a arquiteta Adriane Sesti, colega da faculdade. Por causa da banda, Humberto não chegou a se formar.

Falcão: E não é que o cantor e humorista cearense é arquiteto formado? Acredite, por trás de toda aquela indumentária extravagante, existe um arquiteto! Falcão entrou para a UFC, e demorou quase 10 anos para se formar, quando estava com 31 anos. Já na faculdade cultivava a fama de irreverente, quando criou o grupo AMA (Associação dos Machos da Arquitetura): "Sempre quis fazer arquitetura, e antes de terminar já comecei a trabalhar, fazer uns projetos pequenos, casa de cachorro, gaiola de passarinho, casa de sogra, de cunhado e essas coisas (risos). Quando terminei resolvi montar um escritório com dois colegas, mas coincidiu com a época que eu comecei a cantar e não vingou muito". Recentemente, Falcão assinou um projeto de decoração numa mostra, e disparou: “Terá a decoração brega do Falcão”. Hahahah!
Durval Lelys: Também tem arquiteto no Axé! O vocalista da Asa de Águia é arquiteto, formado pela UFBA em 1981. Trabalhou na profissão por alguns anos, primeiro como estampador de uma empresa de tecidos, e depois em um banco, onde projetou cerca de 250 agências! Depois teve que focar na carreira artística e hoje a arquitetura é considerada o seu hobby: sempre que pode exercita esse lado, como quando projetou sua própria casa, e também a do seu irmão. Durval também é pintor e escultor, está sempre lidando com a arte de alguma forma. Tem gosto pra tudo mesmo!

Tom Jobim: Pensou em trabalhar como arquiteto, chegando a cursar o primeiro ano da faculdade e até a se empregar em um escritório, mas logo desistiu e decidiu ser pianista. É considerado o maior expoente de todos os tempos da música brasileira pela revista Rolling Stones, e um dos criadores do movimento da bossa nova. É praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.
 
Texto retirado do blog O Lápis Verde.  

Le Cobusier: Villa Savoye


Le Cobusier

Charles-Edouard Jeanneret, conhecido por Le Corbusier, nasceu a 6 de Outubro de 1887 em La Chaux-de-Fonds, Suíça, mas viveu a maior parte da sua vida em França. Foi um arquitecto que constituiu um marco muito importante no desenvolvimento da arquitectura moderna. Com a publicação de «Vers une Architecture» (1923) ele adoptou o nome Le Corbusier, e dedicou todo o seu talento e energia à criação da uma nova e radical forma de expressão arquitectónica. Em 27 de Agosto de 1965 morreu afogado no Mediterrâneo.
Entre 1942 e 1948, Le Corbusier desenvolveu um sistema de medição que ficou conhecido por «Modulor». Baseado na razão de ouro e nos números de Fibonacci e usando também as dimensões médias humanas (dentro das quais considerou 183 cm como altura standard), o Modulor é uma sequência de medidas que Le Corbusier usou para encontrar harmonia nas suas composições arquitecturais. O Modulor foi publicado em 1950 e depois do grande sucesso, Le Corbusier veio a publicar, em 1955, o «Modulor 2». 

Texto e imagem retirados do site  www.educ.fc.ul.pt.



Villa Savoye

Um exemplo precoce e clássico do "Estilo Internacional", que paira acima de um plano grama fina Pilotis de concreto, com tira de janelas e um telhado plano com uma superfície de pavimento, rampa, e alguns toques confinada de paredes curvilíneas.

                 
"Ao contrário dos locais confinados na maioria das casas antes de Le Corbusier, a abertura do site Poissy permitiu uma construção autônoma e plena realização de seu programa de cinco pontos. Essencialmente a casa compreende dois pontos contrastantes, bem definidos, mas interpenetrando os aspectos externos. O elemento dominante é a única caixa quadrada, um elemento puro, que envolve, uma elegante forma geométrica que é elevada acima do esbelto pilotis, sua pele de vidro (janelas) roda ininterrupta de canto a canto (mas não sobre eles, preservando assim a integridade dos os lados do quadrado). " 

(Marvin Trachtenberg and Isabelle Hyman. Architecture: from Prehistory to Post-Modernism. p530.)



Local da construção: Poissy, França
Data de construção: 1928 até 1929
Estilo: modernista

 Texto e imagens retiradas do site Greatbuildings.

Zaha Hadid: Capital Hill Residence

Um dos nomes mais importantes da arquitetura mundial.  Primeira mulher a ganhar o Pritzker,o "prêmio Nobel" da áreaa iraquiana residente em Londres tem projetos construídos em cantos diferentes do mundo, de uma plataforma de esqui na Áustria a uma estação de trem com complexo de estacionamento de carros na França, passando por um museu; o Centro Rosenthal para Arte Contemporânea, nos Estados Unidos.

Texto retidado e adaptado do site estilo.UOL

Capital Hill Residence

Zaha Hadid projetou a Capital  Hill Residence, que possui 2650m² de área, localizada em Moscou na Rússia, e ainda está sendo executada, tendo início em 2006 com previsão de término para este ano, 2011.
 "Localizada na encosta norte de Barvikha, onde as árvores de pinheiros e bétulas crescem até 20 metros de altura, uma vivenda com geometria fluida emerge da paisagem. Seu programa é dividido em dois componentes: uma fusão com a encosta, e um outro flutuando acima do solo com vistas dinâmicas com vistas para a floresta."





Follow by Email

O que se passa:

https://www.facebook.com/S3ArquiteturaEPlanejamento