Pesquisar este blog

Translate

21.10.11

Ladrilho Hidráulico - curiosidades


Origens do ladrilho hidráulico

Remonta aos antigos mosaicos bizantinos, para finalidades de decoração de pisos e paredes e expressar arte e religiosidade. Os ladrilhos importados para o Brasil vinham de Portugal, da França e da Bélgica. No final do século XIX, os segredos das técnicas de manufatura do ladrilho foram passados aos imigrantes residentes no Brasil e, então, começaram a ser instaladas aqui as primeiras fábricas.
Processo de fabricação
O ladrilho é uma placa de cimento, areia, pó de mármore e pigmentos com superfície de textura lisa que possui alta resistência ao desgaste, usado para acabamento de paredes e pisos. Seu nome deriva do processo de fabricação onde a cura se dá na água, sem qualquer processo de queima. É produzido em formato quadrado, de 20 x 20cm, com espessura variável de 18 a 20mm, variação característica de um produto artesanal.
Tem formato plano, desempenado, esquadriado, sem fendas, uniforme; possui arestas vivas e tem a face de uso com acabamento liso e cores firmes. Oferece mais de 300 modelos com padrões geométricos, florais, art déco, art nouveau e desenhos contemporâneos.
Colocação
Na véspera da colocação, orienta-se chapiscar a face inferior do ladrilho com cimento e areia a fim de obter maior aderência. Não é necessário submergi-lo na água, apenas molhar com uma trincha. Assentar sobre argamassa gorda de areia, cimento e cal com, no mínimo, 3 cm de espessura. Nivelar com uma régua de alumínio deixando uma junta de 2 a 3 mm. Nunca bater com martelo de borracha, pois, além de marcar as peças, pode fissurá-las ou trincá-las. Essas pequenas fissuras ficarão evidentes no uso. No caso de respingos de argamassa na peça, limpar imediatamente com uma esponja limpa umedecida com água. Se a argamassa secar, retirar usando lixa d'água 200.
Após 48 horas do assentamento, rejuntar com pasta de cimento, água e corante ou com rejuntes prontos, utilizando uma espátula de plástico flexível.

Limpeza e manutenção


Ao final do processo de colocação, limpar com escova, água e sabão de coco. Para a manutenção diária, recomenda-se aplicar cera líquida à base de silicone.
Nunca usar quaisquer tipos de ácidos para a remoção de sujeiras.
texto retirado e adaptado do site da Fábrica de Mosaicos de Pelotas 

Vídeo demonstrando como é o processo de fabricação do Ladrilho Hidráulico




Grande Chico Buarque ;) 


Para descontrair um pouco.

Projeto de Ruy Ohtake: Residência, Valinhos, SP


Este projeto possui estética, função e forma em sintonia. Da autoria de Ruy Ohtake, arquiteto muito bem conceituado, é uma construção em concreto aparente, com formas lineares e acabamentos orgânicos.  A descrição a seguir, do projeto e imagens,  foram retiradas do site Arco Web onde foi exposto com muita clareza.

Ruy Ohtake: 
 Residência, Valinhos, SP 
O partido monolítico da implantação é contrabalançado pela generosidade da área externa de lazer
O partido monolítico da implantação é contrabalançado pela generosidade da área externa de lazer
Requinte austero no espaço doméstico
Dos sinais evidentes de que esta é uma casa projetada por Ruy Ohtake, destacam-se dois, de natureza formal: a dupla curvatura - em corte e em vista - das vigas frontais de concreto e o desenho orgânico, no qual figuras coloridas e coplanares ornamentam as aberturas da edificação monolítica.
Autor consagrado de projetos de variadas escalas e programas, como o Hotel Unique e o Instituto Tomie Ohtake, ambos em São Paulo, o arquitetoRuy Ohtake é seletivo quando desenha casas.
“Projeto em média duas residências por ano”, ele relata, “para não perder a familiaridade com o espaço doméstico.”
A criação zelosa ganha ares de requinte austeronesta residência localizada em condomínio fechado em Valinhos, na Região Metropolitana de Campinas.
Com um volume único e regular de concreto, o projeto se alimenta de contrapontos imediatos: a forma geral é contínua e aparentemente linear, mas as dimensões e curvaturas acentuadas das vigas frontais de travamento sugerem, ao contrário, tridimensionalidade rebuscada.
O perfil orgânico das vigas duplamente curvadas dá tridimensionalidade à volumetria do projeto
O perfil orgânico das vigas duplamente curvadas dá tridimensionalidade à volumetria do projeto
A residência está implantada no alto do terreno em aclive
A residência está implantada no alto do terreno em aclive
Da mesma forma, se o predomínio do concreto aparente nas superfícies internas e externas dissimula os limites da casa, acentuando a sensação de horizontalidade ou de fundo infinito, é vertical o elemento articulador e de destaque nos interiores: uma grandiosa rampa circular e escalonada que, deslocada de qualquer eixo simétrico, está constituída por concreto, vidro e madeira.
“O essencial é pesar a proporção”, define Ohtake, dando pistas de que há mais do que a despretensiosa simplicidade com que ele apresenta o projeto. O arquiteto se refere em particular à esbelteza estrutural do concreto, presente tanto na pouca espessura da casca hermética que conforma a edificação quanto nos modestos 20 centímetros dos seus dois únicos pilares, alinhados com a fachada frontal.
O volume da casa é gerado por uma espécie de fita ou casca contínua de concreto que, com seu traçado cônico, arremata o vértice em bico do terreno com acentuado aclive. Essa forma regular e arredondada, aliada à estratégica implantação no terço posterior e mais elevado do lote, define o ponto focal para onde se volta a edificação: a bela área frontal e externa de lazer ao ar livre.
O projeto prescinde de recursos para a intermediação de ambientes internos e externos. Não há pátios, volumes inter‑relacionados, reentrâncias ou beirais sobressalentes, apenas arelação estanque dentro/fora que as vigas esculturais da fachada fazem questão de enfatizar.
Recortes coloridos e coplanares de concreto sinalizam a descontração típica da obra de Ohtake
Recortes coloridos e coplanares de concreto sinalizam a descontração típica da obra de Ohtake
As vigas onduladas da fachada delimitam verticalmente os terraços social, no térreo, e privativo, no andar superior
As vigas onduladas da fachada delimitam verticalmente os terraços social, no térreo, e privativo, no andar superior
Nesse sentido, o ponto alto do projeto é mesmo o domínio privado, doméstico, ou seja, agrandiosidade do ambiente interno. No térreo, a grande sala de estar é interrompida em alguns pontos por paredes ou balcões coloridos desenhados por Ohtake - que há tempos transita com desenvoltura nas escalas arquitetônica e do objeto -, embora prevaleça em primeiro plano a visualização da parede exterior contínua, de concreto aparente.
Prepara-se a cena, portanto, para a profusão de curvas da rampa escalonada localizada num canto posterior da sala. Sua proporção grandiosa é valorizada pela luz zenital proveniente do teto circular de vidro, assim como pelo desenho sinuoso da abertura que interliga visualmente os dois andares.


Texto de Evelise Grunow
Publicada originalmente em PROJETODESIGN
Edição 375 Maio de 2011




Ruy OhtakeRuy Ohtake (FAU/USP, 1960) tem mais de 300 obras executadas no Brasil e no exterior. Entre elas, destacam‑se o Alvorada Hotel, em Brasília, e o Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. No exterior, são de sua autoria o projeto da Embaixada do Brasil e da residência do embaixador em Tóquio e os jardins e o Museu Aberto da OEA nos Estados Unidos. Atualmente desenvolve, entre outros, os projetos do Aquário Pantanal e da revitalização da orla de Bertioga, no litoral paulista
A espiral da rampa parece se estender ao desenho curvo da abertura zenital
A espiral da rampa parece se estender ao desenho curvo da abertura zenital
A volumetria elíptica tira partido da forma cônica do terreno
A volumetria elíptica tira partido da forma cônica do terreno
O concreto aparente conforma as paredes internas e externas de vedação, assim como o corpo da rampa
O concreto aparente conforma as paredes internas e externas de vedação, assim como o corpo da rampa
O volume generoso da escada se destaca no pavimento térreo
O volume generoso da escada se destaca no
pavimento térreo
Elemento articulador do projeto, a rampa tem internamente fechamento de concreto e, externamente, de vidro
Elemento articulador do projeto, a rampa tem internamente fechamento de concreto e, externamente, de vidro



Sites ligados a Arquitetura e Urbanismo

Bom dia,

hoje trago dicas de sites que são bem sérios e voltados para Arquitetura em geral e Urbanismo.

1°. O site ArcoWeb
2°. O site  Vitruvius
3°. A revista AU
4°. A revista Casa Claudia
7°. Revista Viver Bem
8°. Revista Sua Casa
9°. site Architizer

Follow by Email

O que se passa:

https://www.facebook.com/S3ArquiteturaEPlanejamento